8 de setembro de 2015

Não sou tão complicada quanto isso


Não gosto de me sentir sozinha, nem de estar sozinha. Não gosto de ser uma carta fora do baralho. Não gosto que se esqueçam de mim nem para coisas sem importância. Gosto que me compreendam e que me chamem a atenção, mas isso que não implique contrariar-me compulsivamente. Não gosto de ser mal interpretada. Sou capaz de assumir um erro. Não tenho problemas em pedir desculpa e gosto que também o façam comigo. Gosto de surpresas e de bons momentos inesperados. Não gosto de não fazer nada. Gosto de falar e falar. Gosto quando me dizem "tens razão" ou "estás mesmo gira hoje". Não me esqueço de nada do que me dizem, nem das palavras soltas. Gosto que me aconcheguem quando estou triste. Não gosto que berrem comigo, verto logo uma lágrima. Arrependo-me de muitas coisas que digo e que faço. E das que não faço também. Gosto de sentir que tenho alguém do meu lado que me apoia incondicionalmente, mesmo quando eu menos merecer. Pareço forte, mas tenho um coração de manteiga. 

3 comentários:

  1. Esse texto..tem um bocadinho de mim!! Tão isso!

    ResponderEliminar
  2. Isto podia ter sido escrito por mim. Tão eu.

    ResponderEliminar
  3. Um pouco de mim, um pouco de nós mulheres, um pouco de nós seres humanos! Parabéns!

    Beijinho gigante <3

    Se poderes passa pelas minhas redes sociais e comenta amava saber a tua opinião!
    Facebook | Blog | Instagram | Canal no YouTube

    ResponderEliminar